Dois Equívocos ‘Espirituais’

Vou partilhar dois princípios, a meu ver equivocados, daquilo que possa ser a percepção espiritual do Ser Humano, e vamos desmistificá-los.

Um deles é aquela ideia de que eu primeiro tenho que controlar a minha vida, por-me toda equilibrada e em ordem, antes de me permitir sequer sonhar com o que mais me corresponde. As coisas não funcionam assim.

Não é: primeiro faz-se um processo evolutivo de depuração e purificação e subida vibracional e depois logo se vê como é que a vida plasma isso. A dita mudança vibracional, e o respectivo processo evolutivo, não estão completos se não se manifestarem, pela nossa acção, no plano físico, existencial, material.

O ser humano tem uma dimensão alquímica importantíssima, mas é essencial que essa valência seja colocada ao serviço da intenção e da criação de algo.

Este vídeo é um excerto de uma sessão e respeita a privacidade, omitindo contextos particularizantes. Se lhe fizer sentido, adapte-o a si.

Somos Seres Criadores por natureza, criar novas realidades é parte integrante da nossa Essência. A alquimia interna é tão só um dos veículos importantes que serve essa criação, facilitando o alinhamento do Ego com a Alma.

Escolhemos nascer neste plano para experimentar, criar e viver o resultado das nossas criações. Criar coisas, experiências, relações, eventos, inovações. Tudo isso nesta dimensão e de preferência alinhados com a Essência que nos anima.

Depois, é no caminho de construir esta ou aquela realidade que nos confrontamos com a oportunidade de alquimizar, transmutando e actualizando padrões, comportamentos, emoções, crenças, percepções e narrativas.

Evoluir implica enfrentar e transmutar a resistência à mudança. Esta dinâmica surge sempre que nos permitimos ter intenções e propósitos que nos convidam a ir mais além. Isso é que é viver! Se ficarmos no mesmo lugar até parece que já temos uma série de coisas resolvidas para sempre, mas não. Quando assim é estamos tão só a sobreviver, bem abaixo do nosso potencial e capacidade.

Existe ainda um outro equívoco, que até é decorrente de uma coisa boa, mas que se revela por vezes de uso traiçoeiro.

Muitas pessoas com consciência espiritual sabem fazer por se sentir bem, independentemente das circunstâncias da sua vida. É possível, através de determinadas técnicas, estar bem por dentro mesmo que a vida esteja feita em cacos ou pouco gratificante.

No entanto, se não estivermos conectados à vida concreta aqui e agora, tudo isso resulta num escape. Funciona como uma estratégia para ‘sair daqui’, mobilizada por um desejo de alheamento do menos bom. Ora nós escolhemos nascer aqui e nestas precisas circuntâncias! Não há evolução espiritual que implique o querer ‘sair daqui’, nem numa nave, nem ‘ascendendo’, nem o que for!

É excelente usar valências espirituais para elevar a nossa experiência interna, mas é desejável que tudo isso se converta em escolhas mais alinhadas e acções mais inspiradas aqui e agora. Então, o meu convite para ti é… (ver no vídeo)

Evoluir implica enfrentar e transmutar a resistência à mudança. Esta dinâmica surge sempre que nos permitimos ter intenções e propósitos que nos convidam a ir mais além. Isso é que é viver! Se ficarmos no mesmo lugar até parece que já temos uma série de coisas resolvidas para sempre, mas não. Quando assim é estamos tão só a sobreviver, bem abaixo do nosso potencial e capacidade.

 (Anamar)

Se gosta deixe um coração e partilhe!

4 Comments

  1. Suzete

    Eu já vivi a vida ideal , por duas vezes,,só que tinha tanto medo de tantas coisas que elas se materializaram e as perdas foram tão grandes e comprometedoras que fiquei presa para sempre… digo eu. Aceitei e tenho medo até de idealizar… a nossa mente tem muito poder. Duas vezes deve querer dizer alguma coisa. O meu ego pede demais? A minha alma não está alinhada com o ter? Mas eu, eu sou! E na verdade aprendi muito.

    Reply
  2. Anamar

    Suzete, compreendo-a… Mas nada é definitivo e, quando alinhados com a alma, tudo muda e até o ego tem espaço para ser e ter!

    Reply
  3. Carlos Albarran

    Várias vezes me perguntei “mas o que é estou aqui a fazer” neste planeta tão primitivo, com guerras, com seres que se matam e comem uns aos outros?
    Mas se vim para aqui, por alguma razão foi. Se o ambiente me influencia, eu também influencio o ambiente, pensamentos claros e exatos; emoções calmas, pacíficas, confiantes e alegres; ações em harmonia com a vontade íntima.
    Nem tudo correu como o desejado, se calhar não eram os melhores desejos, ou não era o tempo de os concretizar, ou não lhes coloquei a necessária energia…
    Alinhamento, sincronização: ainda estou a aprender e a desenvolver…
    Mas já algo se vai fazendo…

    Abraço

    Reply
    • Anamar

      Abraço de volta para ti Carlos! E cá estou para ajudar se e quando o quiseres.

      Reply
Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

SOBRE MIM

Deixo-lhe aqui um pouco sobre mim.  O meu nome profissional é Anamar. Numa ‘outra vida’, há décadas atrás, fui famosa no campo da Música e das Artes do Espectáculo. Ao mesmo tempo ia investindo em formação noutras áreas que me fascinavam desde cedo: queria saber o que era isto do Ser Humano e como é que a Vida funciona. Acima de tudo, desde miúda, queria ‘ajudar a mudar o Mundo’, como tantas vezes dizia.

Comecei a dar consultas de Astrologia, Autoconhecimento e Evolução Espiritual em 1994. Depois, fui somando outras valências no campo da chamada ‘Nova Ciência’ ligada à Mente, bem como no da Espiritualidade Prática.

Sou desde há muito consultora, terapeuta, mentora e formadora ou, como prefiro dizer, uma catalisadora da mudança evolutiva nas pessoas e nos seus projectos.

Sou também uma apaixonada pelo mar, com Licença de Navegação e tudo! Profundamente indenpendente, gosto de amar sem fim e de abrir o coração à vida. A acompanha-me desde sempre, mesmo quando não a soube reconhecer. Aprender a usar o poder interno foi um dos meus grandes desafios e uma maravilhosa descoberta. Apaixonada sim, por muito, e pelo que faço em particular.

Chamo ANAMARNAVA ao meu trabalho. É um método de síntese de tudo o que aprendi e vivi, resultando num Sistema coeso e estruturado, mas sempre em evolução. Propõe uma via sólida e harmoniosa de evolução consciente ao serviço da autorealização das pessoas, numa arte de viver com alma e propósito, focada na criação de resultados concretos.

A espiritualidade livre deu-me um sentido à vida e abracei por inteiro uma identidade mais alinhada com a Fonte que me anima. Hoje, faço por honrar em mim a dignidade humana e a humildade divina.  Tenho uma personalidade forte e sou uma criadora de pontes, em especial entre o ego e a alma. Tenho dois lemas e, como sou bilingue, aqui ficam mesmo em Inglês: Live to Be & Walk the talk.

Dou sessões individuais e faço formação ao vivo e online, como cursos, seminários e worshops. Sou também palestrante e criadora de conteúdos físicos e virtuais, como livros e programas audiovisuais. Se quer saber mais clique aqui.

Ofereço-lhe uma breve conversa tranquila e sem compromisso. Descubra se, no seu caso, lhe posso ser útil.
Diga-me o seu horário preferencial para contacto e acrescente o que quiser!
Será contactada/o por mim, pessoalmente, dentro de 2 dias úteis.

CONTACTE-ME AQUI

VIVER COM ALMA, TRANSFORMAÇÃO E EVOLUÇÃO CONSCIENTE

Existe uma ponte entre a vanguarda da ciência e a espiritualidade prática, entre a mente e o coração, e entre o ego e a alma.

Não queremos só ser mais felizes e dar o maior bem aos outros e ao mundo, também queremos melhores resultados e uma vida com sentido.

Para isso é bom saber quem somos, de onde vimos e para onde vamos, e como criar conscientemente a realidade que mais nos corresponde aqui e agora.

Se gosta deixe um coração e partilhe!
ANAMARNAVA
Send this to a friend